Registro de Direito Autoral – Texto Registrado - Cabeçalho Registro de Direito Autoral – Texto Registrado - Cabeçalho

Esta Obra está Registrada em nome do autor Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade) sob o número 153791732166893800, o autor tem um Certificado Digital de Direito Autoral que atesta este registro.
SEM AMOR E COM AMOR -- 2018-09-25 - 20:15:21 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade))
                             SEM AMOR E COM AMOR
 
É complexo discorrer sobre quem não ama, ou não demonstra amar.
 
Gente que não tem amigos, que vive só e não consegue ver nada novo que mereça ser apreciado; não tem companheiros para sair da rotina, pessoa para quem o final de semana é como outro dia qualquer e não nutre carinho especial por algo ou alguém... Tudo é considerado comum, faz parte de uma paisagem diária, de uma estrutura cômoda que não pensa em alterar.
Qual será o sentimento que predomina no íntimo de alguém que age assim? Sente-se solitária, ou usa este comportamento como uma defesa? Quem sabe, tenha medo de sofrer!
 
Outras pessoas, talvez mais sábias, amam e são amadas também.
 
Independentes, ou não, elas se consideram venturosas, realizando-se, simplesmente, no amor.
Que importa explicar-lhes que o mundo nem sempre é bom, que a violência é gritante, que há muitas guerras; em diversos países existem sérias crises econômicas; dizer-lhes que a mudança no clima do planeta tem alterado a sua estrutura, que  a fome continua matando; a intolerância, as discórdias de conceitos destroem uma boa parte da humanidade? 
Chamar-lhes a atenção para todas as notícias que podem ser consumidas diariamente fará com que amem menos?
Essa gente que ama não ignora nem é indiferente ao que ocorre ao seu redor e em todo o mundo. Elas leem as notícias, digerem, assimilam o que lhes interessa mais e têm diversas atitudes generosas, anônimas na maioria das vezes, mas amam, sobretudo.
 
Estas pessoas estão sempre acompanhadas de alguém? Não necessariamente... Entretanto, têm bons relacionamentos, colegas, amigos, parceiros com os quais podem conversar sobre tudo, ou simplesmente não falarem nada em especial. Elas compartilham o tempo com os demais em passeios, viagens, teatro, reuniões informais, encontro de amigos... Esses bons momentos sempre lhes dão motivações para amarem cada dia vivido.
 
Gente que ama, mesmo que não esteja com alguém perto a todo instante, embora sozinha em vários momentos, não sente o amargo da solidão.
Pode soar estranha esta afirmação, mas esta gente carrega um trunfo consigo que não permite sentir-se isolada: sonhando, divagando, trabalhando ou fazendo qualquer atividade não sente na alma o cansaço de quem não ama e vive só.
 
Quem ama sabe que, em algum momento, sempre terá alguém consigo que tornará a sua caminhada mais tranquila e mais feliz.
 
                    Dalva da Trindade S. Oliveira
                             (Dalva Trindade)
                                 01.11.2017
1 Acessos                                                                                      Fale com o autor
                       

VDF Distribuição de Alimentos

 
Este site é um produto da Marquei Soluções Internet Ltda - QD 301 RUA D CONJ 02 LT 5/6 S. 303 - BRASÍLIA - DF - 71901-110
CNPJ: 04.343.779/0001-07       -  contato@textoregistrado.com.br